full screen background image
domingo, 18 de novembro de 2018
  • :
  • :

ÉÉÉÉ MULTI CAMPEÃO!!! EM JOGO DIGNO DE FINAL O VILAVELHENSE SUB 17 FICA COM O TÍTULO ESTADUAL DE FUTSAL

ÉÉÉÉ MULTI CAMPEÃO!!! EM JOGO DIGNO DE FINAL O VILAVELHENSE SUB 17 FICA COM O TÍTULO ESTADUAL DE FUTSAL

 A sexta feira tinha tudo para ser especial, todos os ingredientes estavam presentes para fazer da final do Estadual sub 17 de futsal um jogo memorável no ginásio da associação de moradores de Jardim Limoeiro na Serra, VilaVelhense e Saldanha da Gama entravam em quadra para decidirem mais um título, de um lado o Saldanha querendo a revanche já que foi vice na copa metropolitana, de outro o VilaVelhense querendo a soberania do futsal da categoria no ano de 2017. E a previsão de um grande espetáculo se concretizou.

Final do Estadual sub 17 VilaVelhense x Saldanha da Gama

PRIMEIRO TEMPO DE UM 0 A 0 MAS CHEIO DE LANCES PERIGOSOS

 O inicio de jogo já dizia o que viria pela frente com as duas equipes já partindo para o ataque, o primeiro chute ao gol já veio com 30 segundos e foi do Saldanha com Maurício as Silva que recebeu na ala esquerda e mandou um chutaço para boa defesa do goleiro Breno, mas a resposta veio em seguida aos 02 minutos Artur recebeu a bola e bateu cruzado para fora, logo em seguida o mesmo Artur bateu cruzado e Pedro Paulo chegou dividindo com o goleiro Carlos Loiola e quase marcou, com 04 minutos de jogo foi a vez do Saldanha chegar com Luis Henrique que inverteu a jogada e Leandro bateu de primeira para a ótima defesa de Breno aos 05 minutos uma jogada polemica Pedro Paulo roubou a bola de Íkaro entrou na área e foi derrubado, lance que gerou muita reclamação por parte do VilaVelhense querendo que o arbitro marcasse o pênalti, aos 08 minutos o Vila chegou mais uma vez em uma falta cobrada no ângulo por Artur para mais uma bela defesa de Carlos Loiola, nesse momento o jogo estava elétrico com os dois times atacando e os goleiros se destacando com grandes defesas, aos 09 minutos em mais um contra ataque Pedro Paulo recebeu um belo passe de Artur e bateu cruzado a bola passou perto da trave de Carlos Loiola, logo em seguida veio a resposta do Saldanha com Carlos Simões que acertou um chute do meio da quadra e obrigou a Breno fazer outra defesaça, aos 11 minutos uma atrapalhada do goleiro Carlos Loiola quase botou tudo a perder ele defendeu com a mão uma bola atrasada por Mauricio e o juiz marcou falta mas Artur desperdiçou uma ótima chance de abrir o placar, o jogo seguia frenético com 15 minutos Marcos teve mas uma oportunidade para o Vila, ele recebeu a bola e bateu cruzado mas Carlos Loyola estava atendo e conseguiu fazer a defesa, no minuto 17 foi a vez do Saldanha sair no contra ataque Gustavo acertou o chute mas Élder fez a intervenção praticamente em cima da linha, já no minuto final o Saldanha perdeu outra ótima oportunidade já que era 03 contra 01 mas Luis Henrique tentou fazer tudo sozinho chegou driblar Breno mas resolveu cair na área e o juiz não marcou nada o que também gerou muita reclamação por pedido de pênalti por parte do Saldanha e com o placar em 0 a 0 terminou o primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO DE CHUVA NA QUADRA E CHUVA DE GOLS

 No intervalo houve ate o pedido para que o jogo fosse cancelado devido as fortes chuvas que caíram no ginásio e o temor que algum atleta se machucasse afinal a quadra estava úmida e alguns jogadores estavam escorregando, mas depois da conversa com diretores, técnicos e atletas foi decidido pela continuação do espetáculo.

 E o que se viu foi uma chuva de gols. E quem abriu o placar foi o Saldanha e logo a dois minutos Gustavo entrou pelo meio livre de marcação mandou um canudo sem chances para Breno, após o gol o Vila partiu com tudo e aos 03 minutos chegou com perigo, Artur chutou prensado com Carlos Loyola ele caiu na área e mais uma vez pediu falta ignorada pelo arbitro, com 04 minutos foi o Saldanha que chegou e mais uma vez com Leandro chutou forte e no bate rebate a bola sobrou para Gustavo que também chutou e a torcida já gritava o gol mas Artur salvou praticamente na linha do gol. O Vila também tentava, martelava e queria fazer o gol de empate no quinto minuto Gustavo cobrou uma falta com perfeição mas a bola bateu caprichosamente na trave, o jogo era la e ca e no mesmo minuto o Saldanha teve uma chance incrível de fazer o segundo com Leandro ele recebeu livre e cara a cara com Breno bateu em cima do goleiro. A partir do sexto minuto começou a chuva de gols. O empate do Vila aconteceu numa boa jogada  de Artur que encontrou Marcos livre ele bateu cruzado vencendo o goleiro Carlos Loyola, mas nem seu tempo de comemorar já que no lance seguinte Carlos Simões chegou pela esquerda e de longe acertou um chute certeiro colocando o Saldanha de novo em vantagem, no mesmo minuto o Saldanha desperdiçou uma nova chance com Leandro que chegou atrasado debaixo do gol aos nove minutos não teve jeito Carlos Simões recebeu uma bola livre e colocou no fundo da rede de Breno 3 a 1 Saldanha.

 Com o revés só restou ao vila ir todo para o ataque e no minuto doze Artur tentou surpreender Carlos Loyola mas o goleiro do Saldanha estava atento, mas no lance seguinte saiu o segundo gol e de novo Artur ele recebeu na ala direita cortou para o meio e mandou um balaço sem chances para Carlo Loyola 3 a 2.

 Aos 14 minutos o Vila chegou a ficar com um a menos após a expulsão de Artur Paulo mas o Saldanha não soube aproveitar os dois minutos em que esteve com um homem a mais.

Aos 16 com a entrada de um novo atleta também veio o gol de empate do Vila Douglas Melo recebeu pelo meio e tocou a bola passou por baixo das de Carlos Loyola 3 a 3.

Com o empate o Vila se empolgou e com a ajuda de sua torcida que empurrava a equipe o tempo todo cresceu e sentiu que a virada era questão de tempo e ja no lance seguinte colocou outra bola na trave, mas aos 17 minutos o Saldanha cometeu sua sexta falta e a equipe canela verde teve a chance num chute de 07 metros, Vinicius cobrou com perfeição e pela primeira vez colocou a equipe de Vila Velha em vantagem.

 Atrás no placar o Saldanha de lançou ao ataque e quase empatou com Luis Henrique ele recebeu e chutou forte, a bola bateu na zaga enganando Breno, mas caprichosamente foi para fora.

com 19 minutos veio a ducha de água fria para o Saldanha o time estava todo no ataque, inclusive com goleiro de linha e nessa altura o Vila também estava com goleiro linha Vinicius ele defendeu um ataque do Saldanha pegou a bola e de sua área fez um belo gol. 5 a 3

Praticamente faltando 20 segundos para encerrar a grande decisão ainda deu tempo de Paulo Henrique quase fazer um gol contra de cabeça, de Leandro diminuir o placar, 5 a 4 e Gustavo demorar com a bola debaixo do gol vazio e ter seu gol anulado pelo arbitro que terminou o jogo antes da bola entrar.

 Mas nada disso mais importava e o VilaVelhense conquistava tudo em 2017 no futsal categoria Sub17. Campeão Metropolitana e agora Campeão Estadual.

 Para o treinador do VilaVelhense Maurição foi uma disputa de duas equipes aguerridas e essa conquista foi merecida, chegamos nesse ano a três finais e de outro lado havia 06 ou 07 garotos que atuaram em nossa equipe e se eles tivessem conosco seriamos uma equipe muito mais forte, mas esse titulo só vem coroar o trabalho toda essa geração. Concluiu.

Ficha Técnica:

VilaVelhense – Vinicius, Marcos, Gabriel, Élder, Artur Angelo, Matheus silva, Julio Cezar,  Gustavo, Artur Maicon, Pedro Paulo, Douglas Melo e Breno Consentino

Treinador – Maurição

Saldanha da Gama: Carlos Loyola, Carlos Eduardo, Carlos Simões, Gustavo, Adriel, Leandro, Luis Henrique, Mauricio da Silva, Ikaro, Marcelo, Paulo Henrique e Yago Ferreira

Treinador: Tiago Barreto

Arbritos: Joel Ribeiro e Ademir Meneses




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *